Como renovar o ambiente pintando as paredes internas?

02 de Fevereiro de 2017
por: Clube das Tintas
Como renovar o ambiente pintando as paredes internas?

Pintar as paredes internas de um imóvel é uma das melhores opções para renovar o ambiente, não é mesmo? Além de necessário, pintar as paredes internas é uma excelente oportunidade para investir em uma nova decoração e explorar infinitas possibilidades de estilos, cores e tendências, dando asas à imaginação e deixando a casa, empresa, escritório e/ou loja, mais bonita e atual.

Mas como renovar o ambiente pintando as paredes internas? Quais cores e estilos adotar? Estas e muitas outras dúvidas nós esclareceremos no decorrer da leitura, confira!

Pintar as paredes internas: nova vida para seu ambiente preferido

Cansada (o) da decoração da sala? Enjoou do sofá, rack, estante e quer trocar tudo? Sabia que pintar as paredes internas pode ser, além de mais divertido e versátil, mais em conta? Trocar a cor das paredes, por exemplo, buscando combinações mais interessantes com os móveis e objetos é capaz de não apenas renovar o local, mas dar uma levantada em todo o astral do imóvel!

Resultado de imagem para paredes internas coral

Resultado de imagem para paredes internas coral

Para buscar o melhor efeito neste sentido, invista em cores que combinem com a peça-chave de toda a sala: o sofá!

Por exemplo, um sofá azul pede tons de cinza nas paredes, enquanto um sofá marrom combina com tons mais neutros, como o branco ou “doce de leite”. Já um sofá cinza fica melhor esteticamente se combinado com tons de verde, por exemplo.

Pintar as paredes internas: use a tinta ideal

Para deixar o ambiente não apenas renovado, mas sobretudo, com uma pintura de qualidade, é importante pintar as paredes internas com a tinta mais indicada para esta finalidade. Neste quesito, nada supera a qualidade superior da linha Coralit Zero, da Coral.  Para se ter uma leve ideia da qualidade desta tinta, a Coralit Zero foi eleita “o produto do ano” pelos próprios consumidores.

Coralit zero

Com secagem rápida e sem cheiro, o produto é ideal para pintar as paredes internas com extrema qualidade e com uma verdadeira infinidade de opções em cores, mais de 2.000 cores do sistema tintométrico!

Pintar as paredes internas: quantidade de tinta, como calcular?

Ao proceder com a pintura do ambiente, é de suma importância calcular a quantidade aproximada de tinta a ser utilizada nas paredes internas.

Para alcançar este valor, basta calcular a multiplicação da largura de uma parede com a altura, resultando daí os metros quadrados necessários para cobrir a parede. Use uma trena para medir as paredes e sofra mais com falta ou excesso de tinta.

Resultado de imagem para paredes internas coral

Pintar as paredes internas: tipos de tinta específicos

Optar por uma tinta sem cheiro para ambientes internos parece ser uma ideia unânime quando nos referimos a tal contexto, no entanto, no ambiente interno de uma casa, por exemplo, podemos investir em determinado tipo de tinta para cada cômodo específico.

Por exemplo, para o banheiro se torna mais interessante investir em uma tinta especial contra umidade, afinal, se trata de um ambiente mais úmido do que os demais.

Já um local onde há a presença de animais de estimação, ou ainda crianças, é de bom tom lançar mão de tintas laváveis, que facilitem posteriormente a limpeza das paredes, afinal, são ambientes bem mais suscetíveis a algum “acidente”, como por exemplo, derramar líquidos e alimentos, rabiscar paredes, etc.

Uma boa opção neste caso é optar por uma tinta do tipo acrílico, sendo que hoje em dia é possível adaptar todos os cômodos de um imóvel com a melhor qualidade possível, bastando para isso, a escolha da tinta ideal, com o acabamento necessário e com a devida qualidade.

Resultado de imagem para paredes internas coral

Pintar as paredes internas: preparando o ambiente que será renovado

Caso o ambiente possua móveis e demais utensílios, é importante cobrir os objetos com um plástico de proteção. Cubra também os rodapés com fitas, com a finalidade de evitar que eles sejam borrados de tinta.

O mesmo cuidado deve ser dispensado a piso, que deve ser todo coberto para evitar os respingos clássicos direto no piso, o que dificulta muitas vezes a limpeza do chão e a retirada da tinta.

Pintar as paredes internas: dicas para uma pintura lisinha

Muitas pessoas reclamam sobre o fato de não conseguirem em hipótese alguma, realizar uma pintura excelente, deixando a parede lisa, por exemplo.

Na verdade, é preciso corrigir as imperfeições que estejam presentes nas paredes internas, com o auxílio de uma espátula e aplicação de massa corrida. Após a massa corrida secar, é importante lixar e posteriormente, retirar todo pó que se acumulou no local.

Feito isso, basta aplicar a tinta com o rolo, sempre em sentido vertical, respeitando depois o tempo limite para a demão.

Resultado de imagem para paredes internas coral

Pintar as paredes internas: ideias diferentes

A Pintura de paredes internas se torna mais lúdica e descontraída se você quiser investir em uma pintura mais diferenciada. Um belo exemplo é lançar mão da tendência em “poá” para que a parede ganhe charme e aquele aspecto vintage e retrô.

Além das paredes com bolinhas, outra forte tendência em pintura é a parede geométrica, mais minimalista e monocromático.

Resultado de imagem para paredes internas coral

Para quem é mais ousado (a) e descolado (a), que tal investir na técnica de stencil para criar uma atmosfera toda diferenciada no ambiente?

Agora que você já viu o quanto pintar paredes internas é importante para dar mais vida ao ambiente, que tal começar agora mesmo a pesquisar as cores e tipos de tinta e investir agora mesmo na pintura do local desejado?

Aproveite e divulgue esta informação com seus amigos nas redes sociais.