Rolo vs pincel - como usar cada um deles na pintura de casa?

11 de Janeiro de 2018
por: Clube das Tintas
Rolo vs pincel - como usar cada um deles na pintura de casa?

A pintura de casa é de fato, uma importante aliada para dar mais vida no lar, além de renovar ao ambiente e trazer infinitas possibilidades de decoração e cores.

Sem contar que a tinta aplicada ajuda a conservar o imóvel, protegendo portas, janelas, portões e paredes da casa, não é mesmo?

E para que o resultado desta pintura seja potencializado ao máximo, alguns acessórios são necessários, além da tinta, que é considerada a protagonista desta tarefa.

Estamos nos referindo às duas ferramentas fundamentais para o processo de aplicação de tinta: rolo e pincel.

Responda uma coisa: você sabe como usar cada um deles na pintura de casa? Não? Então fique ligada (o) neste artigo!

 Ele foi feito exatamente para pessoas como você, que está em dúvida sobre quando se deve usar um ou outro, quais os tipos tanto de rolos quanto de pinceis existentes, dentre outras perguntas e suas respectivas respostas.

Preparada (o)? Então acompanhe a seguir, mais um post especial aqui no blog do Clube das Tintas.

Rolo vs pincel: qual escolher?

A principal dúvida é saber qual o momento em que é mais viável e benéfico utilizar o rolo ou o pincel, não é mesmo? Nossos especialistas doutores em tintas e pintura são enfáticos ao afirmar que estes dois utensílios devem ser utilizados em conjunto, estabelecendo uma espécie de ligação de uma dupla dinâmica, feito Batman e Robin!

Isto porque cada qual tem suas particularidades e benefícios, na execução da pintura. E onde por ventura um não chega, o outro complementa.

Que tal conhecermos melhor cada um desses acessórios?

Vantagens do rolo:

Rolo-vs-pincel-como-usar-cada-um-deles-na-pintura-de-casa

  • Capacidade de aplicar maior quantidade de tinta e de maneira uniforme, em áreas planas e de grande amplitude, caso de paredes e o teto de apartamentos, casas, etc.;
  • Promove economia de tempo e de tinta, desde que o rolo utilizado seja o ideal para determinado tipo de tinta e superfície.

Rolo-vs-pincel-como-usar-cada-um-deles-na-pintura-de-casa

Vantagens do pincel:

  • Perfeito para a aplicação de tinta em partes de difícil acesso, como cantos, por exemplo;
  • Ótimo efeito em superfícies mais delicadas e detalhadas, otimizando assim execução da pintura;
  • Ideal para retoques, grades, áreas pequenas, etc.

Rolo-vs-pincel-como-usar-cada-um-deles-na-pintura-de-casa

Tipos de rolo e pincel para cada tipo de tinta

Você sabia, por exemplo, que tintas látex PVA, acrílico ou à base de água, devem ser aplicadas com o uso de rolo sintético ou de lã de carneiro? E que fundos de madeira e metal, tinta a óleo e vernizes, além de esmaltes, implicam no uso de rolos de espuma?

Sem contar que para efeitos de textura, o rolo a se utilizar deve ser aquele de borracha ou de espuma mais enrijecida, por exemplo.

Quanto aos pincéis, os de cerdas branca e mais macias se alinham melhor com tinta acrílica PVA. O mesmo vale para a aplicação de verniz e esmalte sintético.

Como utilizar o rolo corretamente?

Apesar de facilitar o processo de renovação de ambientes por meio da pintura, o rolo não executa o trabalho sozinho, não é verdade?

Sendo assim, saber como utilizá-lo é imprescindível para que o resultado da pintura residencial seja o melhor possível.

Nesse sentido, tenha em mente algumas dicas primordiais:

  • Antes da pintura, caso a tinta utilizada seja à base de água, lave o rolo com água;
  • Se por acaso, a tinta utilizada tiver solvente como base, também lave o rolo, porém, com solvente;
  • Este procedimento evita que algum fio solto grude na pintura, por exemplo;
  • Passe o rolo em uma parede, retirando o excesso de água ou solvente, antes de aplicar a tinta;
  • Na bandeja de tinta, molhe o rolo e retire o excesso de tinta;
  • Agora uma das dicas mais importantes: sempre procure iniciar a pintura com o rolo, localizando-o de forma vertical, aplicando a tinta na parede ou teto de cima para baixo e depois, de baixo para cima.

Como utilizar o pincel corretamente?

O pincel, na maioria das vezes, tem a missão de cobrir com tinta as áreas que necessitam de retoques, onde o rolo não alcança. Além disso, como já dissemos, é usado para pinturas mais delicadas, janelas, grades, portas, etc.

Anote as dicas a seguir, para que você otimize o uso do pincel:

  • Sempre coloque a tinta em um recipiente e/ou bandeja de tinta, evitando mergulhar o pincel diretamente na embalagem do produto;
  • Isole os locais que não devem ser pintados, com a ajuda de fita crepe para cobrir;
  • Lembre-se de cobrir bem, pressionando a fita, para evitar que a tinta possa escorrer por baixo dela;
  • Mergulhe o pincel no recipiente, mas evite o excesso de tinta, caso contrário irá pingar, sujando muitas vezes o ambiente e ainda causando desperdício;
  • Para tirar o excesso, uma dica é pressionar as cercas na beirada do recipiente de tinta;
  • Inicie a pintura do alto, pincelando para baixo;
  • Aplique pinceladas mais alongadas, a não ser que seja apenas retoques, ok?

Cuidando do seu material de pintura

Outra dica importante sobre como usar rolo e pincel na pintura de casa diz respeito ao cuidado com este material. Algumas medidas simples são capazes de elevar a vida útil dessas ferramentas.

Por exemplo:

  • Jamais use seu pincel ou até mesmo em alguns casos, o rolo, como misturador de tinta;
  • Após o uso de ambos, não deixe de lavar bem com água e sabão, ou em alguns casos, com solvente;
  • Se a tinta secar nas cerdas, é quase certo que o material será danificado, portanto LAVE;
  • Seque o rolo e o pincel, antes de guardar.

Viu como ficou fácil decidir qual destas ferramentas escolher, quando usar e como extrair o máximo de cada acessório? Dúvidas? Só deixar nos comentários que respondemos.

E não deixe de acompanhar nosso blog, sempre com novidades do mundo das tintas, cores e pintura!