/  Cores   /  AS CORES E SEUS PAPÉIS DENTRO DO AMBIENTE ESCOLAR

AS CORES E SEUS PAPÉIS DENTRO DO AMBIENTE ESCOLAR


Uma escola, seja ela infantil, de ensino médio ou ensino superior, é composta por diferentes espaços que visam acolher os ocupantes com conforto e produzir neles estímulos que promovam o aprendizado, a interação social saudável e a criatividade.

Nessa missão as cores são um recurso de suma significância. Se por um lado elas devem sustentar um clima acolhedor, por outro, elas não podem induzir ao comodismo ou à monotonia.

A busca pelo equilíbrio tem de se pautar por composições pensadas especialmente para cada escola e para cada uma de suas alocações. Desse modo, as salas de aula terão um tipo de orientação, enquanto a biblioteca e a cantina, por exemplo, possuirão configurações cromáticas diferentes.

Como já sabemos, tons quentes estimulam e aumentam a atividade cerebral, gerando excitação, e tons frios provocam relaxamento e interiorização, propriedades que precisam ser administradas com competência no universo educacional, uma vez que não restam dúvidas sobre o poder das cores em instigar o sentido visual e encorajar a retenção da informação.

Nesse processo que ultrapassa os limites do nível estético e influencia a dinâmica do ensino-aprendizagem, o emprego das cores assume um papel importante que enriquece de maneira funcional sob diferentes aspectos: físico, cognitivo e psíquico.

Gostou do conteúdo? Não esqueça de compartilhar com seus amigos nas redes sociais. Até a próxima!