/  Dicas   /  Como evitar as indesejáveis manchas na pintura da parede?
dicas-de-pintura

Como evitar as indesejáveis manchas na pintura da parede?


Como evitar as indesejáveis manchas na pintura da parede? 

Pintura de parede sem manchas, para muitas pessoas, parece um sonho ou uma utopia que nunca é alcançada. Será mesmo impossível alcançar a pintura de acabamento perfeito, sem marcas e manchas?

Na verdade, decerto você no fundo, busque por alguma dica sobre como evitar as indesejáveis manchas na pintura da parede, bem como outras conhecidas patologias da pintura, tais como:

  • Eflorescência;
  • Descascamento;
  • Saponificação;
  • Desagregamento, etc.

Pois, acredite, é plenamente possível evitar não somente as manchas como todos os demais defeitos que ocorrem muitas vezes, quando revestimos a parede com camadas de tinta.

E você vai descobrir como se livrar de resultados frustrantes na pintura de seu imóvel, a seguir, em mais um post especial do Clube das Tintas, feito com todo carinho para você, acompanhe!

Por qual motivo as manchas na pintura da parede ocorrem? Descubra e veja como evitar

Muitos são os motivos que infelizmente, contribuem para os defeitos na pintura das paredes, dentre eles as manchas, marcas de rolo e patologias em geral.

Alguns dos motivos são:

  • Falta de preparar a parede para a pintura. Muitas vezes, a pessoa simplesmente ignora o fato da parede ter já em sua estrutura, infiltrações e manchas de mofo, umidade e sujeira. Ao invés de liquidar tais problemas, ela simplesmente pinta a parede, acreditando que tudo irá sumir como um passe de mágica. Contudo, não demora muito tempo para que a “maquiagem derreta”, e a parede fique toda feia e manchada.

Sendo assim, antes de mais nada, faça a correta preparação da parede antes da pintura. Solucione questões como possíveis infiltrações das paredes, bem como umidade. Se houver fissuras e rachaduras, aplique massa corrida e lixe, sempre respeitando o tempo de maturação da secagem do produto. Pode demorar um pouco mais, porém, o resultado lhe trará muito mais satisfação.

  • Usar rolos velhos, gastos ou inadequados para o tipo de tinta e acabamento escolhido. Isso muitas vezes passa desapercebido, afinal, as pessoas geralmente procuram (e devem, quando possível), reaproveitar materiais que já tem em casa. No entanto, há situações onde o rolo já não absorve a tinta de maneira uniforme. Com isso, alguns pontos do utensílio ficam mais encharcados de tinta, enquanto outros permanecem mais secos.

Para solucionar essa problemática, analise o estado do rolo de pintura, certifique-se de que ele está em bom estado de uso. Caso contrário, invista na compra de rolos novos, o resultado será bem mais positivo.

  • Pintar com o clima inadequado. Quem nunca? Pois é, o dia está bem úmido e você achou que isso não ia interferir. Mandou ver na tinta e quando percebeu, ficou tudo marcado e manchado, que tristeza, né?

Faça um esforço e evite a pintura das paredes em dias muito úmidos. A umidade do clima faz a tinta demorar mais para secar, deixando muitas vezes a pintura opaca. Então o melhor é pintar em um dia muito seco, certo? Errado, umidade baixa do ar, em excesso, não deixa a tinta se espalhar. Dessa maneira, a parede fica com manchas. O ideal é pintar no meio termo, com o clima ameno, sem ser muito úmido ou muito seco.

Outros problemas de manchas que você precisa evitar ao pintar paredes

Você sabe o que é eflorescência? Essa palavra complicada se refere a um tipo de mancha  esbranquiçada que surge na pintura. O motivo é quando ao pintar, a pessoa não espera que o reboco de fato, esteja seco. Quando se pinta sobre o reboco úmido, tal problema surge.

Como a parede irá liberar vapor, materiais alcalinos ficarão inseridos na superfície da parede, resultando assim nas manchas.

O passo seguinte quando não se respeita o processo de maturação do reboco é a famosa saponificação. A mancha fica com um aspecto pegajoso, o que retarda a secagem dos esmaltes.

Posteriormente, temos o descascamento, afinal, a placa de tinta se solta. Isso pode ser resultado também de pintura em cima de uma parede com poeira, ou com reboco novo sem ser lixado.

Mais algumas causas dos defeitos na pintura da parede são:

  • Escolha de produto inadequado – procure sempre por produtos específicos para cada ambiente e superfície, bem como uma tinta de alta qualidade, como as que você encontra aqui no Clube das Tintas;
  • Não preparar as superfícies- sim, já falamos sobre isso, mas é sempre importante darmos uma ênfase;
  • Concreto e argamassa ainda não atingiram o processo de maturação/cura- segure a ansiedade e não pinte antes do tempo, ok?

Dicas extras para evitar manchas na pintura da parede

Além de tudo o que já foi dito aqui acima, temos algumas dicas extras que certamente vão ajudar na pintura das paredes, evitando as indesejáveis manchas:

  • Use uma espátula retangular para mexer e homogeneizar a tinta;
  • Utilize apenas materiais limpos para evitar a contaminação da tinta;
  • Dilua a tinta exatamente conforme as instruções da fabricante.

Lembra que falamos sobre muitos rolos usados deixarem as paredes marcadas? Temos um conteúdo aqui no blog que fala somente sobre a questão dos rolos para pintura de parede.

Quer saber como evitar marcas de rolo na parede?  Clique aqui e aproveite todas as dicas para escolher o melhor rolo!

Agora te convido a colocar em prática os ensinamentos de hoje e fazer a pintura de paredes que sempre desejou! Compartilhe agora esse conteúdo com sues amigos e ajude-os a ter uma ótima experiência na pintura dos imóveis! Até a próxima!