/  Sem categoria   /  Como evitar marcas de rolo na parede

Como evitar marcas de rolo na parede

Uma pintura bem-acabada e de alto nível em um imóvel, seja ele uma residência ou empresa, é motivo de orgulho e desejo de muitas pessoas, não é mesmo? Afinal, um ambiente bonito, do nosso jeito, causa boa impressão e aquela sensação aconchegante, de bem-estar.

Porém, algumas vezes, devido desconhecimento de truques, segredos e técnicas de pintura, acabam sendo barreiras para um pintura de parede bem realizada.

Até mesmo quando se contrata alguém pra executar o serviço, se corre o risco de ocorrer erros, como marcas de rolo na parede, por exemplo.

Isso porque não há muitas vezes, por parte dessas pessoas, o cuidado, zelo e conhecimento necessários para tal tarefa.

Se as manchas na parede, marcas de rolo e pintura de má qualidade, são motivos de tristeza e insatisfação na pintura das paredes de seu imóvel, o artigo de hoje no blog é para você!

Nossos fenomenais Doutores em Tintas do Clube das Tintas reuniram as melhores dicas de pintura sobre como evitar marcas de rolo na parede.

Confira a seguir e dê adeus às manchas e marcas do rolo de tinta nas paredes e tetos.

Como evitar marcas de rolo na parede: escolha o rolo ideal

ROLO DE LÃ EXTRA 23CM

Um dos fatores que acarretam nas marcas durante a pintura, pode ser a questão do uso do rolo inadequado.

Você sabia que para cada tipo de pintura, temos um rolo sob medida?

Por mais que você dê toda a atenção às paredes, preparando corretamente a superfície, compre uma tinta de ótima qualidade e marca bem-conceituada, ocorre que caso o rolo utilizado não seja o adequado, o acabamento não corresponderá ao esperado e possivelmente a parede terá marcas.

Para não errar neste ponto, leve em conta as seguintes considerações:

  • Qual o tipo de tinta que será utilizada;
  • Qual superfície será trabalhada – rugosa, áspera ou lisa.

Vejamos a seguir, os tipos e rolos e suas indicações:

  • Rolos de lã natural: geralmente produzidos com lã de carneiro, devem ser utilizados em superfícies rugosas, semirrugosas e com texturas, com tintas à base de água, como látex PVA e acrílicas;
  • Rolos de lã mista: conferem um bom resultado e acabamento em paredes com texturas suaves e também rugosas/semi. Para tintas à base de água como a látex PVA e acrílicas em geral. Este rolo é confeccionado com a combinação de lã de carneiro (50%) e fibra de poliéster (50%);
  • Rolos de lã especial: permite a aplicação de tintas como esmaltes sintéticos, óleos, vernizes, zarcão, e tintas à base de água (látex PVA e acrílicas). Cobrem desde superfícies lisas, até as semirrugosas e com texturas. Estes rolos são concebidos por meio de manta de lã de fibra de poliéster;
  • Rolos de espuma poliéter e poliéster: para paredes lisas, espalha melhor a tinta e também a retém mais. Para tinta acrílica ou sintética à base de água.

Outros motivos para marcas de rolo na parede

Como vimos, escolher a ferramenta adequada é um fator decisivo para uma boa pintura e consequentemente para evitar marcas de rolo nas paredes.

Além deste fato, há outros detalhes que podem trazer este dano para sua pintura, como por exemplo:

  • Utilização de rolos gastos e em más condições de conservação;
  • No caso de retorques, o uso de pincéis com cerdas duras;
  • Não misturar ou diluir a tinta utilizada, segundo as indicações da empresa fabricante, conforme consta na lata ou embalagem do produto;
  • Paredes e superfícies extremamente aquecidas, devido a alta incidência de luz solar, entre outros;
  • Parede ou área de pintura extensa;
  • A tinta está muito espessa nas regiões onde foi aplicada a demão;
  • As margens das porções pintadas da parede secaram antes de concluir a pintura;
  • Falta de uma demão.

Evitando as marcas de rolo

Veja dicas fundamentais para obter uma pintura uniforme em suas paredes, sem aquelas marcas de rolo que colocam a perder todo o seu trabalho:

  • Ao inserir o rolo de pintura na bandeja de tinta, espere que ele absorva a tinta. Algumas vezes, por não estar uniformemente embebido na tinta, o rolo deixará falhas e marcas. É preciso “rolar o rolo”, em movimentos para trás e para frente, para evitar o excesso de tinta;
  • Pinte cinco centímetros ao redor da borda da parede, utilizando um pincel antes de usar o rolo. Lembre-se que o rolo não consegue alcançar os cantos, e que tentar efetuar a correção dessas áreas posteriormente, causará diferenças na pintura, com marcas e manchas;
  • Ao pintar, aplique o rolo em um tipo de padrão “W”, com movimentos mais leves, cobrindo a parede de uma maneira uniforme;
  • Use um extensor de rolo para alcançar o teto, desde o chão;
  • Perceba se o rolo gira de forma livre e uniforme, caso contrário, ele executará uma pressão desigual na parede, gerando marcas;
  • Aplique a tinta na parede, iniciando cerca de vinte centímetros para cima, e para dentro do canto inferior da parede;
  • Procure rolar a tinta para cima, sempre em um ângulo menor, para que sua pincelada acabe cerca de vinte centímetros abaixo do topo da parede, e cerca de quarenta centímetros da lateral;
  • Depois, role de volta, agora para baixo, em linha reta na vertical;
  • Atente-se ao fato de não subir e arrastar o rolo durante a pintura, pois isso “quebrará” o padrão;
  • Procure pintar a parede até o final, sem dar pausas.

E então, preparada (o) para evitar as marcas de rolo na parede? Agora que você sabe como fazer, compartilhe estes segredos com seus amigos nas redes sociais!

Deixar um Comentário