/  Efeitos   /  Como fazer desenho na parede com tinta

Como fazer desenho na parede com tinta

Você já imaginou mudar a decoração e apostar em seu viés artístico, fazendo desenho na parede com tinta?

Uma maneira bem divertida de imprimir um estilo próprio, personalizado e pessoal na pintura de paredes e decoração de ambientes, é por meio dos desenhos.

Sim! Dando asas à imaginação e criatividade, cada vez mais as pessoas buscam customizar e dar um toque único, deixando a pintura do cômodo com a “cara” de quem irá habitá-lo ou frequentá-lo.

Se você é daquelas pessoas que sempre admirou este estilo de pintura de ambientes e quer saber como fazer desenho na parede com tinta, hoje é o seu dia de sorte. Conversamos com nossa equipe de especialistas no assunto, e trouxemos para o post de hoje no blog do Clube das Tintas, dicas sensacionais!

Prepare a parede antes de pintar

Aquele conselho de nossos avós, de que tudo que começa errado não termina bem, vale também no caso da pintura de paredes.

É preciso começar fazendo o básico, antes mesmo do início da pintura. Por exemplo, quantas vezes você já viu alguém começar a pintura sem ao menos preparar as paredes que receberão as tintas?

Aí reside um erro que você, leitor do blog, não pode cometer!

Se a parede estiver suja, a tinta não irá aderir de forma otimizada. Isso pode significar desde gastar mais tinta e consequentemente dinheiro, até mesmo um resultado ruim, resultando em grandes prejuízos, tanto de verba quanto de tempo.

O ideal, portanto, é lavar as paredes, retirar mofo com cândida e secar com um paninho simples. Em situações onde há fissuras e rachados, pode ser necessário aplicar massa corrida e ainda lixar.

Faça tudo com cuidado, atentando-se aos detalhes e verá como no passo seguinte, a pintura fluirá da melhor forma.

Prepare o ambiente

Cobrir móveis com lona, os pisos com jornal e/ou papelão, e vice-versa, são estratégias necessárias para de adotar antes do processo de fazer o desenho na parede com tinta.

Tal iniciativa evita que se manche móveis e utensílios, ou que se danifique os pisos, por exemplo.

Aliás, outra dica é proteger cabeça, olhos e mãos, com boné, óculos e luvas. Quanto as roupas, procure usar roupas velhas ou que possam ser sujas de tinta.

Treine antes

Defina qual o desenho e procure praticar antes, caso o faça diretamente na parede, à mão livre.

Caso você não seja um (a) exímio (a) desenhista, evite traços muito elaborados. O simples é o mais indicado e neste sentido, há uma infinidade de possibilidades.

Você pode apostar em desenhos que dialoguem com motivos infantis, para um quarto de criança, por exemplo.

Pode ainda, investir em figuras geométricas, e muitos outros tipos de desenhos. O ideal é treinar, antes de passar para a parede, desenhando em folhas ou papelões, por exemplo.

O importante é definir o tema, escolher o desenho e fazer um esboço, antes de partir para a ação.

Se optar pelo processo à mão livre, utilize um lápis do tipo aquarela para esboçá-lo na parede. Depois de terminado o esboço, contorne com o auxílio de um pincel fino. Não esqueça de retirar o excesso de tinta, passando o pincel em um papel toalha ou similar.

Detalhes e falhas devem ser realizados somente após a secagem, para evitar danos na pintura, ok?

Passe uma mão de tinta antes

Antes de fazer sua arte, é importante pintar a parede com uma demão de tinta. No caso de aplicar o desenho por meio da técnica de stencil, lembre-se que ao aplicar a tinta no molde vazado, ela deverá ser de outra cor, que não a que foi pintada a parede, caso contrário a figura não irá aparecer.

Use stencil

A técnica do molde vazado, conhecida como stencil, faz a cabeça de muitos artistas adeptos da Street Art ( arte de rua), sendo utilizada desde os mais longínquos tempos.

Uma ideia legal é buscar alguns modelos na internet, imprimir em um papel mais grosso (papel cartão ou até mesmo transparências) e depois, recortar adequadamente para usar direto nas paredes.

Neste caso, basta posicionar o stencil no local desejado da parede, fixa-lo com ajuda de fita crepe, sem esquecer de selar as suas bordas.

Depois, mergulhe a tinta ou rolinho na bandeja, retire o excesso e aplique a demão de tinta, preenchendo todos os “buracos” do molde vazado.

Se for com o pincel a pintura do desenho com tinta, dê leves batidinhas ao pintar. Já com o rolo, basta fazer o movimento de vai e vem.

Dê quantas demãos for preciso, até que fique nítido. Quando já tiver feito os retoques e a tinta estiver seca, retire com cuidado o stencil da parede.

Rolo decorativo

Outra possibilidade para fazer desenho na parede com tinta é usar um rolo decorativo. São aqueles rolos que vem com ilustrações impressas, bastando que você o mergulhe na bandeja de tinta e aplique na parece, para que ele “carimbe” o desenho nela.

Há muitas opções no mercado e você pode encontrar estes rolos facilmente nas lojas especializadas.

Que tal começar sua arte agora mesmo e ter uma pintura de paredes diferenciada em seu ambiente?

Se tiver dúvidas, é só dizer que iremos esclarecer. Até a próxima, amigos e amigas!

Deixar um Comentário