/  Efeitos   /  Como pintar paredes que já têm grafiato?

Como pintar paredes que já têm grafiato?

Pintar um ambiente vai além de somente fazer a manutenção das cores da parede. Na verdade, tem muita relação com o fato de expressar sua personalidade e gostos no ambiente em que você vive.

Expressar o que é esteticamente agradável aos seus olhos. Em outros casos, se trata de uma questão de renovar a energia do lugar, trazendo sensações de mudança.

Mesmo que a pintura de uma parede já pintada ou ainda branca, aparente ser algo simples de realizar, sempre há a necessidade da preparação delas, como, por exemplo, realizar sua limpeza. Tudo para que o resultado final não fique com defeitos. Além disso, em casos em que a parede possui textura ou grafiato, os preparativos e métodos de pintura são um pouco diferentes e merecem um pouco mais da atenção do pintor.

Atualmente as paredes de grafiato têm sido bastante usadas, mas como fazer quando você quiser mudar um pouco a aparência delas? Confira nossas dicas de como pintar paredes que já têm grafiato.

Paredes com texturas

Por ter uma extensão um pouco irregular, a pintura de uma parede com textura acaba precisando de um pouco mais de camadas de tinta, já que com a utilização do rolo apenas uma ou pouquíssimas vezes, não cobrirá todos os pontos da parede, mas apesar disso, esse tipo de parede é uma opção para quem busca uma pintura de parede criativa.

Já que será necessária a aplicação da tinta algumas vezes, o que consequentemente torna a atividade um pouco mais demorada, é essencial realizar a pintura com bastante paciência e cuidado para que o resultado esperado seja atingido.

Paredes com grafiato

As paredes com grafiato seguem quase a mesma ideia das com texturas, com algumas diferenças de aparências, enquanto a parede de textura segue uma linha um pouco mais decorativa com resultados diversificados, a parede com grafiato tem um visual com fissuras, aparentando até mesmo um tipo de rachadura com uma abertura levemente maior.

Por terem a tendência de aberturas um pouco mais fechadas e profundas que as paredes de textura, as com grafiato além de serem mais complicadas da tinta penetrar os espaços, as malhas mais grossas presentes no grafiato, pendem para a absorção da tinta, o que torna necessária muitas camadas de tinta, para que o resultado final fique homogêneo.

Como pintar paredes que já têm grafiato: materiais

Assim como em qualquer pintura de parede, alguns materiais são importantes para facilitar todo o processo, incluindo a preparação da parede e do ambiente, além da escolha do tipo de rolo correto, para que um resultado impecável e satisfatório seja apresentado. Os materiais são:

  • Escova de aço;
  • Pano umedecido;
  • Tintas especiais para grafiato;
  • Bandeja;
  • Massa de textura;
  • Fita crepe;
  • Lona de plástico ou pedaços de papelão;
  • Rolo de lã;

Como pintar paredes que já têm grafiato: cuidados recomendados

Antes de iniciar a pintura, alguns cuidados são de suma importância para que o resultado final fique como o esperado e alguns imprevistos sejam evitados.

Tudo começa com a limpeza do ambiente e do local a ser pintado. Para retirar as sujeiras e poeiras mais grossas da parede, pode ser utilizado um pano úmido com uma mistura de água e água sanitária.

Depois da limpeza é hora de proteger rodapés e janelas, com a utilização da fita crepe, para evitar que escorra tinta para lugares não desejados. Após isso é a vez de proteger o chão com placas de papelão ou lona de plástico, dessa forma o que respingar da pintura não sujará o chão.

Caso o grafiato da parede esteja gasto, com algumas falhas e buracos, é possível renovar o efeito com a massa de textura, mas o reparo deve ser feito antes do início da pintura.

Como pintar paredes que já têm grafiato: tipos de tintas recomendadas

Feito todos os preparativos, é hora de certificar de que você utilizará a tinta correta para a ocasião. Há alguns tipos diferentes de tintas que podem ser utilizado para pintar uma parede com grafiato, como:

  • Tinta Látex PVA;
  • Tinta acrílica;
  • Tinta acrílica emborrachada.

Qual das opções de tintas você irá usar depende do seu gosto e a real aplicação do produto, por exemplo, a tinta de látex PVA é mais indicada para pinturas internas, e as acrílicas para ambientes externos.

Mas nada impede a utilização da acrílica em uma área interna, ela é uma das mais indicadas por conta dessa versatilidade, além de que possibilita a aplicação de camadas mais finas quando necessário, e apresentam uma secagem diferenciada.

Como pintar paredes que já têm grafiato: passo a passo da pintura

Comece o processo usando uma escova de aço para lixar levemente a parede, com movimentos suaves para que não estrague a textura.  Se no caso o intuito for remover as texturas, será necessário lixar toda a parede até que fique com a superfície plana, e após isso se deve passar uma leve camada de massa corrida.

Após o lixamento ser realizado e todos os cuidados terem sido tomados para o início da pintura, incluindo a certificação do tipo de tinta, é hora de começar a pintura passo a passo:

  • Nesse momento não tenha medo de deixar o rolo ou o pincel encharcado de tinta, nesse caso facilitará a penetração do produto nas ranhuras da parede.
  • Logo que a pintura secar, passe mais camadas, até chegar ao resultado buscado.
  • Para o acabamento, uma boa dica é utilizar um pincel menor para retocar as ranhuras do grafiato, para que não fiquem falhas.

Viu só como pintar uma parede que já tem grafiato não é tão complicado? O importante é seguir todos os cuidados e etapas de maneira correta. Dúvidas? Entre em contato, que nossos Doutores em Tintas responderão!

Compartilhe esse artigo em suas redes sociais e acompanhe nossas próximas postagens!

Deixar um Comentário