/  Dicas   /  Dicas para conservar os materiais de pintura

Dicas para conservar os materiais de pintura

Indo além do quesito economia, preservar e conservar os materiais de pintura está relacionado com a sustentabilidade.

Se pensarmos que os utensílios utilizados durante o processo de reforma e pintura de ambientes, na maior parte das vezes, não são itens descartáveis, e que cedo ou tarde novamente precisaremos utilizá-los, não fica difícil compreender o quão benéfico mantê-los em boas condições de uso nos será.

Afinal, já pensou se em todas as vezes em que for necessário dar um pequeno retoque na pintura, você precisasse, por exemplo, comprar um novo pincel, rolo e bandeja para armazenar a tinta? Ou de uma nova escada e extensor de rolo?

Porém, é muito recorrente o fato de que boa parte das pessoas acabem não sabendo como conservar os materiais de pintura, o que acarreta desperdício e claro, prejuízo, tanto para o meio ambiente quanto para o bolso.

Por isso, recrutamos nossos especialistas no assunto, os Doutores em Tintas do Clube das Tintas, para no post de hoje abordarem dicas para a melhor conservação dos materiais de pintura.

Quer saber o que é possível fazer para usufruir por mais vezes desses utensílios? Então continue conosco que contamos a seguir!

Cuidados de conservação: quais materiais posso reutilizar na próxima pintura?

Em se tratando de pintura de paredes e imóveis em geral, sabemos que ela revigora e promove ao ambiente, um aspecto de beleza e aconchego. Fazer a manutenção da pintura é um hábito estimulado pelos especialistas, afinal, quando for necessário repintar a parede, haverá menos trabalho e provavelmente menos custos, correto?

Como, via de regra, os materiais usados na pintura, podem ser reutilizados, por qual motivo não dispensar a eles o cuidado necessário, não é verdade?

Dentre os materiais clássicos usados durante uma pintura e que podem ser usados novamente, podemos citar:

  • Rolos;
  • Trinchas;
  • Pincéis;
  • Bandejas;
  • Latas de tinta.

Dicas para conservar os materiais da pintura: pincéis e trinchas

As trinchas e/ou pincéis tem um papel importantíssimo na pintura, sendo materiais de uso recorrente durante as reformas.

Ao terminar o uso deste material de pintura, você costuma guardá-lo? O correto é, antes de tudo, retirar todo o excesso de tinta que esteja acumulado no pincel. O ideal é lançar mão de uma folha de jornal para executar esta primeira limpeza.

Feito isso, caso a tinta seja à base d’água, procure inserir o material dentro da água e percebe se os pelos estão se soltando uns dos outros.

Procure tirar todos os resquícios de tinta que, por ventura, tenham se prendido nas cerdas do pincel.

Para garantir a limpeza, lave com água morna e use um detergente que tenha pH neutro. Depois, aperte o pincel retirando o excesso de água e coloque-o para secar, sempre protegido da ação do sol.

Outra dica: não deixe peso sobre os pincéis e procure sempre guardar o utensílio de pintura em posição horizontal, que é a correta.

Dicas para conservar os materiais da pintura: baldes e latas de tinta

Durante a finalização do processo, você percebeu que há restos de tintas? Pois bem, é claro que você não vai cometer o grave erro de jogar fora, afinal, são materiais que posteriormente podem ser de grande valia, correto?

No que se refere as latas, a dica é armazená-las em um em local seco e arejado. Além disso, certifique-se de que o produto fique distante do alcance de pets e crianças.

Feche bem a lata, isso é fundamental para o reaproveitamento, ok?

Quando aos baldes que muitas vezes são usados para misturar e até dissolver a tinta, basta lavar. Algumas vezes, pode ser necessário o uso de um diluente, em outros, basta água. Tudo vai depender do tipo de tinta.

Após a lavagem, não deixe de secar com um pano seco, e de preferência, que não solte pelos ou pó.

Atenção: não deixe de limpar bem as bordas da lata de tinta. É preciso que seja retirado todo o excesso de tinta. Além disso, se possível, procure cobrir a lata com um filme plástico e recoloque a tampa posteriormente.

Em relação a limpeza da bandeja de tinta, siga o mesmo procedimento do pincel. Tire o excesso de tinta, passe água, se preciso for aplique diluente e depois, detergente e água morna. Seque e deixe armazenado em local seco e seguro.

Dica extra: que tal não sujar a bandeja de tinta? É simples, forre-a com papel alumínio.

Dicas para conservar os materiais da pintura: rolos e bandejas

Sabe aquela tinta que fica acumulada no rolo de pintura? Uma espátula é a melhor ferramenta para retirar o excesso.

A dica aqui é, após tirar o excesso, pássaro rolo seguidas vezes em um papel jornal. Feito isso, tire o cilindro de suporte e mergulhe o rolo na água ou em diluente, sempre levando em conta a composição da tinta utilizada.

Lave o rolo com detergente de pH neutro e enxague com água quente. Coloque para secar à sombra.

Há uma série de conteúdos aqui no blog que dialogam com o tema abordado hoje, como por exemplo:

O Que É Preciso Para Pintar Uma Parede

Rolos De Pintura Ideais Para Cada Tipo De Parede

8 Dicas Profissionais Para Acertar Na Pintura Da Casa

Como Pintar Parede Com Rolo Decorativo?

E então, que tal colocar em prática as dicas de hoje e preservar a usabilidade dos materiais de pintura por um longo tempo? Aproveite, você só tem a ganhar!

Aproveite a chance e divulgue o post com seus amigos, eles ficarão felizes com as dicas! Um abraço e até a próxima!

Deixar um Comentário