/  Dicas   /  Infiltração em parede – 9 dicas de como evitar e reformar
infiltracao-em-parede

Infiltração em parede – 9 dicas de como evitar e reformar


Já parou para pensar que a infiltração em parede pode ser a maior vilã em um imóvel? Não apenas em relação a questão estética, mas também no que se refere a segurança e infraestrutura do local.

Afinal, a infiltração pode trazer graves riscos, inclusive quando falamos em integridade física. Sabia que muitas vezes, um imóvel acaba desabando, devido a infiltração?

É claro que você não quer se deparar com esse tipo de situação, não é mesmo? No entanto, você deve estar se perguntado coisas como por exemplo:

· Como parar a infiltração?

· Como arrumar uma parede com umidade?

· O que causa infiltração na parede?

· Como saber se tem infiltração na parede?

· Como evitar infiltração em parede e reformar, deixando-a em perfeitas condições?

As respostas você confere a seguir, neste post cheio de informações importantes para você, confira!

Infiltração em paredes: locais onde mais ocorre umidade

Antes de mais nada, que tal deixarmos claro, o que é a infiltração?

Em construção civil, a infiltração ocorre quando a água atravessa e atinge o chamado corpo sólido, ou seja, lajes, alvenarias, paredes, etc.

Essa água que vai culminar em umidade, pode ter origem tanto da chuva, quanto por exemplo de vazamentos na rede hidráulica do imóvel.

Sabe aquelas manchas escuras de umidade, que aparecem mais comumente no banheiro e cozinha (mas não exclusivamente nestes locais)? Elas ocorrem devido ao fato a água infiltrar-se naquela área.

Quando a infiltração acontece, significa que a estrutura da superfície não foi impermeabilizada de forma correta.

O que acontece com o imóvel quando há infiltração em paredes?

Como mencionamos acima, a infiltração traz umidade, o que por sua vez gera manchas e bolor na parede. Porém, o problema é ainda mais grave.

Caso não se tome as devidas precauções e ações no sentido de reformar a parede e solucionar o problema, a estrutura do imóvel pode ser comprometida.

Isso deve-se ao fato de que a infiltração tem o poder de simplesmente corroer as armaduras da edificação.

Ou seja, não se trata somente de causar mofo (o que também é nocivo para a saúde das pessoas que circulam pelo ambiente), estragar a pintura e deixar o ambiente feio. É bem mais grave do que muitos pensam.

Como perceber que há infiltração na parede do imóvel?

Há alguns sinais de alerta que indicam a provável presença de infiltração em paredes, como por exemplo:

· Parte elétrica apresentando curto circuitos;

· Presença de manchas nas paredes;

· Rachaduras;

· Poças de água sob pias;

· Danos na pintura;

· Revestimentos deteriorados;

· Pisos com descolamento;

· Trincas na parede, com manchas estufadas, etc.

Quais as principais causas da infiltração?

Ao se deparar com uma parede manchada e com sinais claros de infiltração, é comum que muitas pessoas simplesmente ignorem a necessidade de encontrar as causas do problema, ou seja, a raiz que leva à infiltração. Com isso, é rotineiro até que as pessoas apliquem massa corrida por cima da mancha ou fissura, lixe e depois pinte.

No entanto, tal ação somente irá “maquiar” o problema por algum tempo. A mancha voltará e você verá que perdeu tempo, material e dinheiro, pois a pintura fatalmente será estragada.

Sendo assim, antes de mais nada é importante que você identifique o que causa a infiltração na parede.

Dentre as possíveis causas, podemos destacar:

· Parede em contato com superfície úmida

É o que ocorre por exemplo, quando há um cano rachado ou quebrado, que causa vazamento, por exemplo.

Quando se trata de um cano furado no encanamento interno, pode ser difícil identificar onde exatamente o vazamento ocorre. Neste caso, a dica é contratar um serviço de caça vazamento.

Em outros casos, a infiltração acontece pelo contato da parede com a água da chuva. Há situações onde esse contato acontece devido o mal posicionamento ou quebra de telhas ou calhas, por exemplo.

· Falta de impermeabilização ou má impermeabilização na laje e/ou parede

Paredes com tijolos visíveis, especialmente na parte externa da casa, contribuem com a infiltração nas paredes.

Mas, não são apenas eles. Quando a cobertura/laje não tem o correto tratamento de impermeabilização, a água pode avançar até as demais estruturas, e com isso, é capaz de danificar o imóvel.

Sendo assim, não tarda para que as paredes mofem, a pintura descasque e o visual estético crie uma atmosfera no mínimo, desagradável aos olhos.

Infiltração em paredes: dicas para prevenção e solução

Para prevenir que o pior aconteça e para que não ocorra a infiltração, fique atento (a) aos seguintes aspectos:

1. Sempre que possível, faça a manutenção preventiva do sistema hidráulico do imóvel. Se detectar vazamento nos canos e tubulações, faça o reparo o mais rápido possível. Isso implica algumas vezes, na necessidade de quebra e substituição dos canos. Tal serviço deve ser realizado por um profissional;

2. No caso de rachaduras, procure trocar o reboco. Quebrar a região, fechar com concreto, aplicar massa, lixar e somente após a secagem, realizar a pintura das paredes. Lembre-se que é importante que impermeabilizante seja aplicado do lado de fora, para vedar a penetração de água na parede.

Para reformar a parede que estava com infiltração (afinal, você irá solucionar a causa antes de pintar, certo? ), siga os seguintes passos:

3. Tire a pintura e o reboco, até deixar a alvenaria exposta;

4. Sele e feche todas as fissuras, não permitindo pontos para a penetração de água;

5. No chapisco, adicione aditivos impermeabilizantes;

6. Refaça o reboco com a adição de impermeabilizantes;

7. Aguarde o tempo correto de maturação do reboco;

8. Aplique massa corrida e espere secar, posteriormente lixe e dê o acabamento correto;

9. Ao respeitar o tempo de secagem, pinte as paredes.

Viu como você pode evitar maiores problemas na estrutura do imóvel e solucionar os problemas de umidade e infiltração? Dúvidas? Entre em contato que esclarecemos para você!