/  Cores   /  PINTURA DE PAREDE INTERNA E EXTERNA – DIFERENÇAS E DICAS
pintura-de-parede-interna-e-externa-diferencas-e-dicas-4

PINTURA DE PAREDE INTERNA E EXTERNA – DIFERENÇAS E DICAS


Já parou para pensar que a pintura de parede interna e externa têm suas próprias particularidades?

Entenda a seguir, as diferenças entre a pintura de parede interna e externa e ainda confira algumas dicas para conquistar um ótimo resultado após a pintura.

O primeiro fator que podemos apontar como diferencial em relação à pintura de paredes no interior e exterior de um imóvel diz respeito à necessidade de maior proteção entre uma área e outra.

Por exemplo, a parte externa, como a fachada, é exposta às variações de temperaturas. Além disso, há ainda outro tipo de desgaste que as paredes sofrem, em decorrência da chuva.

Sendo assim, é bem comum que as paredes externas, sobretudo quando não se usa a tinta correta, desbotem rapidamente e percam a cor.

Por isso será necessário proteger a parede do sol, da formação de mofo, umidade, etc.

Com essa atenção redobrada à área externa, vale dizer que o ambiente interno também deve ser levado em consideração, e com o máximo zelo possível para que a pintura fique perfeita.

A preparação das paredes antes da pintura, a aplicação de um produto selador, e se necessário, massa corrida, reparo no encanamento devido a vazamentos e umidade, entre outros fatores, são primordiais para um trabalho de pintura realizado com sucesso.

Dicas: Vale dizer que é possível apostar nas texturas, nas tintas acrílicas e tintas emborrachadas para as áreas externas.

Aposte na tinta Látex PVA, tinta de acabamento acetinado, fosco e semibrilho para pintar a parede interna.

Escolher de maneira correta, a tinta que você utilizará para realizar a pintura do ambiente interno e externo é o que determina o aspecto final e também a durabilidade da pintura.