/  Dicas   /  Pode pintar em dia de chuva?

Pode pintar em dia de chuva?


Pintar em dia de chuva: será que pode? Essa é uma pergunta muito comum, sobretudo quando entramos em temporadas de chuva e o morador ou proprietário do imóvel não vê a hora de reformar o ambiente.

Se você, aliás, pesquisar no buscador mais famoso do mundo, o Google, o termo “posso pintar a casa em dias chuvosos”, dentre outros termos semelhantes, encontrará uma enxurrada de informações.

No entanto, muitas delas, desencontradas e repletas de equívocos e enganos.

Contudo, se você chegou até o blog do Clube das Tintas, saiba que é o seu dia de sorte.

Afinal, além de contarmos com os maiores especialistas em pintura e em tintas, trazemos apenas informações de qualidade e relevância para facilitar a sua vida.

Nossas Doutoras e Doutores em Tintas, mais uma vez, irão esclarecer suas dúvidas e você descobrirá se pintar as paredes e tetos, em um dia de chuva, é possível, sem que isso traga alguma interferência negativa no resultado e acabamento da pintura.

Descubra a resposta para sua dúvida e de quebra, muitas dicas e macetes para que a pintura dos ambientes fique perfeita!

Pintar em dia de chuva: errado não tá, porém…

Como falamos no começo do post, há uma série de informações que se contradizem, quando o assunto é pintar um ambiente com o tempo chuvoso.

Contudo, independentemente de pensarmos na chuva ou no sol, você já parou para pensar em algo que é ainda mais importante? A temperatura! É claro que, com o sol, a tendência é que a temperatura esteja mais quente. Assim como no verão, certo?

Porém, há dias de inverno em que o tempo está quente e seco, e dias de verão que o tempo está úmido e a temperatura mais amena.

Sendo assim, o ideal é antes de analisar a questão da chuva ou do sol, verificar a temperatura ambiente.

Recomenda-se não pintar nenhum ambiente, seja ele interno ou externo, se a temperatura local estiver abaixo de 10 graus, por exemplo.

Contudo, em relação à chuva, convencionou-se dizer que “não pode” pintar, mesmo o ambiente interno, com o dia chuvoso. Mas, será mesmo?

Pois bem, isso vai depender, como já dissemos, da temperatura. Se for possível evitar a pintura na chuva, é melhor, isso é inegável. Porém, caso chova, se a parede não for a externa, não haverá maiores problemas.

Tenha sempre em mente que a orientação é que evite pintar o local, em situações como:

  • Umidade relativa do ar superior a 85%;
  • Temperaturas abaixo de 10º ou acima de 40º.

Sabemos, porém, que nem sempre você terá em mãos um medidor de temperatura, certo?

Pois bem, é exatamente nesse ponto que ficar de olho na previsão do tempo e no clima, seja vendo pela TV ou pesquisando pela internet, é essencial.

Para te ajudar a ter acesso à previsão do tempo, selecionamos os sites que trazem as informações assertivas em tempo real. Confira:

Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos;

Climatempo;

Windy;

TempoAgora.

Muito embora não haja um impedimento pontual, ao pintar em dias de chuva, é comum que a tinta demore mais a secar. Sendo assim, fique em alerta, certo?

Confira algumas dicas que farão toda a diferença na pintura de ambientes mesmo com o tempo nublado

Há algumas dicas e recomendações que poderão potencializar a pintura dos ambientes internos. Confira a seguir:

  • Para fazer a pintura das paredes externas, prefira sempre dias de sol ou sem previsão de chuva;
  • Escolha preferencialmente o período da manhã para a pintura;
  • Se durante a pintura da parede externa, ocorrer a chuva, cubra com uma lona para que a chuva não caia diretamente sobre a tinta;
  • No caso de aplicar a massa corrida para preparar a parede externa para a pintura, analise se a umidade do ar está alta. Se a resposta for sim, ao preparar a massa, use menos água, deixando-a mais consistente.

Alguns produtos promovem melhor resultado para a pintura

Para obter o melhor resultado na pintura, mesmo em dias úmidos e chuvosos, é importante ter o cuidado de escolher um produto de boa qualidade e específico para tal finalidade.

Isso certamente irá influenciar de forma positiva no resultado final, otimizando todo o processo.

Antes de mais nada, atente-se aos seguintes cuidados:

  • Não utilize produtos à base de solventes. Se for utilizar um primer, escolha produtos à base de látex;
  • Adote tintas com resistência ao bolor e umidade;
  • Compre e use apenas produtos resistentes a mofos, pois estes apresentam aditivos especiais capazes de promover o melhor desempenho em condições climáticas desfavoráveis;
  • Uma dica é a tinta “Coral Antimofo.”

Aproveite e confira no link a seguir, qual a melhor tinta antimofo:

Qual a melhor tinta antimofo e antibactéria? 3 Dicas importantes!

Siga sempre as recomendações da empresa fabricante

As instruções na embalagem da tinta são essenciais e você precisa seguir. Caso contrário, problemas com a pintura poderão ocorrer.

Nas áreas da parte exterior, a chuva pode causar a chamada extração de substâncias solúveis da tinta.

É quando a tinta, em processo de cura, recebe os pingos da chuva, ficando então falhada e manchada.

Fique sempre atento e evite problemas. No mais, siga nossas dicas que certamente você vai se dar bem.

Agora que você aprendeu um monte de coisas lendo o post de hoje, te convido a fazer uma boa ação e compartilhar todo esse conhecimento com seus amigos.

Se tiver alguma dúvida, é só falar, afinal, nossa maior missão é te ajudar. Até a próxima postagem!